Já iniciados, os estudos, apoiados por consultoria especializada

Para dar suporte aos grandes investimentos nacionais e estrangeiros que, no curto prazo, aportarão no Ceará nas áreas de energias renováveis, petróleo, gás e Hidrogênio Verde, o Governo do Estado, apoiado por consultorias especializadas, já faz estudos para a expansão de sua infraestrutura portuária, com foco no Pecém. 

Essa expansão absorverá investimentos estimados hoje em R$ 1,3 bilhão, totalmente bancados pela Compnahia do Desenvolvimento do Complexo Industrial e Portuário do Pecém (CIPP), que buscará - como esta já antecipou - esses recursos no mercado financeiro internacional, tirando proveito dos juros, que são mais baratos. Como o Porto de Roterdã é sócio da CIPP, a obtenção do financiamento na banca europeia torna-se mais fácil

Os estudos deverão dar respostas a algumas perguntas, entre as quais esta: 

Aproveitar-se-á o píer já existente no Pecém para a movimentação de combustíveis, inclusive gás, ou se construirá outro, exclusivo para o gás natural, como pretende a BP Gas & Investments Power, com a qual o governo do Estado celebrou um Memorando de Entendimento há menos de 15 dias?

Já está definido que a Transnordestina Logística, que constrói, a passos de cágado, a Ferrovia Transnordestina, disporá de um píer exclusivo para a movimentação de suas cargas, que incluirão minério de ferro, soja e outras commodities. Se esse píer aproveitará o já existente ou se será preciso construir um novo, os estudos indicarão.

 

Já está igualmente decidido que não haverá no Pecém píer de combustíveis líquidos e gasosos para uso exclusivo de uma só empresa. Elas o repartirão para a carga e a descarga de suas mercadorias.

Os estudos, que já foram iniciados, também detalharão o tamanho que deverá ter a ampliação do Terminal de Múltiplo Uso (TMUT) do Porto do Pecém, que se estenderá na direção Oeste e ganhará uma área – de pelo menos 4 hectares – para a exclusiva movimentação de geradores, naceles, pás e torres dos futuros projetos de geração de energia eólica dentro do mar cearense. 

Outra pergunta a que os estudos darão resposta: a estrutura atual do Porto do Pecém é suficiente para atender ao interesse das empresas que pretendem instalar-se no futuro Hub do Hidrogênio Verde? Se a resposta for negativa, qual será a alternativa? 

O secretário do Desenvolvimento Econômico do Ceará, Maia Júnior, promete que o governo do Estado honrará todos os compromissos assumidos nos Memorandos de Entendimento já celebrados e a serem celebrados com grandes empresas internacionais e nacionais.
 
“Faremos como já fizemos com a Companhia Siderúrgica do Pecém (CSP), ou seja, executaremos a nossa parte antes que a iniciativa privada execute faça a sua. Sempre cumprimos os contratos, e sempre executamos, antecipadamente, a nossa parte”, diz Maia Júnior.

Ele abre um sorriso e continua:

“O Ceará está atraindo importantes grifes mundiais de energias renováveis, petróleo e gás. O melhor e mais recente exemplo é o da gigante britânica BP Gas & Investments Power, que, a exemplo da australiana Fortescue, acelera as providências burocráticas, administrativas, técnicas e jurídicas para viabilizar sua instalação legal no Ceará.

Maia Júnior faz mistério sobre a próxima chegada de uma grande mineradora estrangeira, que celebrará Memorando de Entendimento com o governo do Estado em área que ele também não revela, prometendo o fim do sigilo para “os próximos dias”.

FAEC PEDE SEGURANÇA NA ZONA RURAL

Preocupado com a insegurança na área rural do Estado, incluindo a da Região Metropolitana de Fortaleza, o presidente da Federação da Agricultura e Pecuária do Ceará (Faec), Amílcar Silveira, reuniu-se ontem com o secretário de Segurança Pública, Sandro Caron, e com o comandante-geral da Polícia Miltar, coronel Márcio Oliveira, aos quais fez dois pedidos.

O primeiro foi a instalação do Sistema Policial Indicativo de Abordagem (Spia) nos perímetros irrigados, incluindo o Tabuleiros de Russas e o Dirja (Distrito Irrigado Jaguaribe-Apodi).

O segundo pedido foi a instalação de uma Delegacia Policial Especializada em Roubos no meio rural.

O presidente da Faec fez um relato das ocorrências registradas nos perímetros irrigados, citando o da invasão de lotes no Dirja, onde os invasores continuam ocupando áreas que não lhes pertencem, com o agravante de que não pagam pelo uso da água nem da energia.
 
CONDOMÍNIOS: NASCE UMA NOVA EMPRESA

Fundiram-se a Fortal Condomínios, com 21 anos de experiência na área, e o Grupo Atitude, que atua na área há 15 anos.

Dessa fusão está nascendo a Atitude Fortal. 

A nova empresa já nasce grande: são mais de 130 clientes em Fortaleza e sua Região Metropolitana, com mais de 15 mil unidades residenciais e comerciais atendidas. 

BRISANET CONTRATA MAIS NA RMF

Seguindo seu processo de expansão e crescimento, agora na Região Metropolitana de Fortaleza, a Brisanet – maior provedora de telecom do Nordeste – está com processo seletivo aberto para o preenchimento de 10 vagas para seus escritórios de Maranguape, Maracanaú e Caucaia.

A seleção será para as funções de reparador e instalador de telecomunicações. 

Os candidatos devem ter experiência na área e serem portador de CNH (Carteira Nacional de Habilitação). Todo o processo seletivo acontecerá de forma presencial amanhã, sábado, 5.

A Brisanet, cujo sócio controlador e CEO éo autodidata cearnse José Roberto Nogueira, conta com um milhão de assinantes e tem atuação em sete estados do Nordeste.

Seu quadro de colaboradores já soma 7,5 mil pessoas, sendo que 4 mil delas foram contratadas neste 2021.

fonte: https://diariodonordeste.verdesmares.com.br/opiniao/colunistas/egidio-serpa/cipp-faz-estudos-para-nova-expansao-do-porto-do-pecem-1.3188652

As mais lidas

Conheça um pouco mais da Cidade Cauype sem sair de casa com a nossa Visita Virtual

Visita Virtual
whatsapp button - fale conosco